Foi o  olhar singular de Renan Inquérito sobre o papel do hip-hop como forma de produção de conhecimento e aproximação que despertou o interesse do sociólogo Boaventura de Sousa Santos. O professor português enxerga no hip-hop a energia perdida pelas ciências sociais nos últimos anos, e mantem parceria com o rapper desde 2012, quando escreveram juntos o roteiro do espetáculo Ópera Rap Global.

A habilidade de Inquérito em traduzir temas complexos e desburocratizar o saber, levou-o até a Universidade de Coimbra (Portugal), e por uma temporada abria as aulas do sociólogo com rap’s que resumiam os principais conceitos abordados em sala.

Para Renan a Linha Abissal “cruza rap com sociologia e resulta de um desafio lançado por Boaventura de Sousa Santos para combinar arte e ciência num exercício a que chama de “Ecologia de Saberes”. A Linha Abissal representa a divisão entre quem é reconhecido e quem é invisível à luz da linguagem dos direitos, entre o conhecimento classificado como relevante e os saberes desvalorizados pelo pensamento hegemônico. Aqui, a metáfora é reinterpretada a partir dos lugares e da linguagem do meu rap”.